FOREST-ECO2 - Towards an Ecological and Economic valorization of the Azorean Forest

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO

FOREST-ECO2 -Towards an Ecological and Economic valorization of the Azorean Forest

CÓDIGO DO PROJETO

ACORES-01-0145-FEDER-000014

OBJETIVO PRINCIPAL

O projeto Forest-Eco2, visa abordar a floresta dos Açores integrando as perspetivas Ecológica e Económica, tal implicará:

  • Quantificar o valor ecológico e económico da floresta dos Açores;
  • Sugerir medidas que valorizem os recursos florestais, de forma sustentável;
  • Contribuir para colmatar as lacunas existentes nos conhecimentos actuais sobre o papel das florestas, em particular nas ilhas, e do seu potencial económico sustentável, em conformidade com as estratégias recentemente definidas a nível regional e europeu.

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: Fundação Gaspar Frutuoso, FP

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 147.169,80€

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 125 094,33€

DESCRIÇÃO

O projeto Forest-Eco2 pretende fazer uma integração entre a economia e a ecologia, isto é, definir como é que o valor ecológico da floresta pode ser quantificado em termos económicos e quais os serviços que se podem obter a partir da floresta. O Forest-Eco2 incluirá um gradiente de tipos florestais, floresta natural; bosque de exóticas, floresta de produção e reservas florestais de recreio (uma combinação dos tipos anteriores), que serão estudados em três ilhas (São Miguel, Terceira, Pico), e incluirá as seguintes áreas: valorização ecológica - biodiversidade e serviços dos ecossistemas; valorização económica - serviços económicos e sociais; e integração/divulgação - análise espacial holística e envolvimento das partes interessadas. O projeto irá reforçar o conhecimento sobre os serviços ecológicos e económicos da floresta nos Açores, sugerindo novas actividades para uma maior autonomia do sector, levando a um maior impacte sobre a criação de riqueza e sustentabilidade. Além de produzir ciência original, o projeto envolverá os setores envolvidos, apontando novos caminhos na gestão florestal, de acordo com o RIS3 e as estratégias florestais dos Açores e da UE.

RESULTADOS

- Publicação de artigos em revistas internacionais e nacionais, sobre a investigação realizada nas seguintes áreas: (i) biodiversidade das florestas, incluído a integridade e diversidade das comunidades, proteção do solo e potencial de acumulação de carbono; (ii) economia, incluindo os benefícios diretos e indiretos (isto é, uso versus não-uso), recursos florestais, biocombustíveis e potencial turístico; e (iii) uma abordagem espacial da análise do valor da floresta.

- Publicação de um Livro Branco, com uma caracterização completa da situação atual e orientações para o futuro desenvolvimento do setor nos Açores, resultante do conhecimento científico e da contribuição das partes interessadas.

- Criação de uma página internet destinada à divulgação do projeto, bem como de relatórios.

- Participação em eventos científicos nacionais e internacionais com vista à divulgação dos resultados científicos do projeto.

- Organização de seminários e conferências.

- Formação de alto nível nomeadamente ao nível do mestrado e do doutoramento.

FOTOGRAFIAS