PROAAcXXIs - Projecções das Alterações Climática nos Açores para o século XXI – Implicações Hidrológicas de interesse Agronómico e Ambiental

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO

PROAAcXXIs  - Projecções das Alterações Climática nos Açores para o século XXIImplicações Hidrológicas de interesse Agronómico e Ambiental

CÓDIGO DO PROJETO

ACORES-01-0145-FEDER-000037 PROAAcXXIs

OBJETIVO PRINCIPAL

Desenvolvimento e aplicação à RAA de novas metodologias tendo em vista um modelo concetual integrado de natureza hidrológica que, através de um balanço hídrico sequencial, permita o acompanhamento distribuído das condições hídricas (atuais e futuras), quer nos ecossistemas naturais, quer nos ecossistemas agrícolas e florestais.

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: Fundação Gaspar Frutuoso, FP

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 150.000,00€

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 127.500, 00€

DESCRIÇÃO

O projeto PROAAcXXIs pretende colmatar a falta de conhecimento dos processos hidro-climáticos nas pequenas ilhas num enquadramento de mudança climática e, em simultâneo, gerar e disponibilizar informação  de apoio à decisão a uma escala compatível  com a atividade dos principais setores que dela dependem  (agricultura e ambiente). Particular ênfase será dado ao estudo dos regimes de precipitação e fenómenos associados (secas e escoamentos). Para além das metodologias já desenvolvidas e testadas com êxito em ambientes insulares no que diz respeito à capacidade de geração de variáveis climáticas a uma escala compatível com as características das pequenas Ilhas, serão concebidas novas metodologias para um modelo conceptual integrado de natureza hidrológica que, através de um balanço hídrico sequencial, permita o acompanhamento distribuído (em toda a superfície das ilhas) das condições hídricas, quer nos ecossistemas naturais, quer nos ocupados por actividades agrícolas e florestais. 

RESULTADOS

O projecto pretende atingir os seguintes resultados genéricos: (i) diferenciação da variabilidade climática normal da alteração climática; (ii) projecção do clima futuro para os três grupos de Ilhas dos Açores com a adoção de um Representative Concentration Pathway (RCPs)(7); (iii) conceção e operacionalização de um modelos físico de balanço hídrico integrado com maior resolução espacial baseado num conhecimento científico mais aprofundado dos processos naturais (ecossistemas naturais) e artificiais (ecossistemas agroflorestais); (iiii) criação de uma plataforma de SIG online vocacionada para a divulgação pública da informação relevante, designadamente o acompanhamento de índices de seca (SPIs)(8), água no solo, infiltração, escoamento. A partir da informação de base gerada prevê-se ser também possível fornecer sequencialmente e de forma atualizada outros indicadores de natureza climática, designadamente; índices de conforto, temperaturas e horas de frio, taxas fotossintéticas, etc..

FOTOGRAFIAS

(A primeira imagem representa o modelo sequencial mensal de balanço de massa (P+PHt)-(ETr+AUs+AUm) = Sav em que: P = Precipitação atmosférica; PH= Precipitação Horizontal; ETr = Evapotranspiração real; AUs = variação do armazenamento da água útil do solo; AUm = variação do armazenamento da água útil na cobertura muscicular (sphagnum ssp.); Sav = superavit hídrico. (em M.C. Rodrigues 2002).)