3B-vent – Biodiversidade, interações Biológicas e produtos Biotecnológicos de fontes hidrotermais costeiras dos Açores

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:

3B-vent – Biodiversidade, interações Biológicas e produtos Biotecnológicos de fontes hidrotermais costeiras dos Açores

CÓDIGO DO PROJETO:

ACORES-01-0145-FEDER- 000112

OBJETIVO PRINCIPAL:

Aumentar a produção científica de qualidade e orientada para a especialização inteligente.

Este projeto pretende investigar a diversidade microbiana associada a espécies marinhas de fontes hidrotermais costeiras, e compreender as interações biológicas entre hospedeiro/ microbioma face a alterações ambientais. Pretende-se igualmente identificar bactérias e cianobactérias com potencial para novos produtos naturais bioativos marinhos que possam ser utilizados numa ampla gama de aplicações e permitir o estabelecimento de investimentos inovadores com benefícios económicos/ sociais para a população açoriana. Pretende-se atingir os seguintes objetivos específicos:

  1. perceber quão diferentes são as comunidades de fontes hidrotermais costeiras das restantes comunidades litorais;
  2. conhecer a estrutura geral da comunidade de microbiomas de fontes hidrotermais de baixa profundidade nos Açores e avaliar como é que estas comunidades variam no espaço e no tempo;
  3. identificar as associações biológicas entre hospedeiro/ microbioma e perceber se são gerais ou específicas;
  4. avaliar se a dominância de determinadas espécies é uma consequência das associações referidas no ponto anterior ou um resultado das características ambientais específicas das fontes hidrotermais de baixa profundidade;
  5. investigar o potencial biotecnológico dos microbiomas das fontes hidrotermais costeiras dos Açores;
  6. promover a formação e integração de recursos humanos especializados numa equipa de investigação multidisciplinar;
  7. promover a disseminação e aumentar o envolvimento dos cidadãos na ciência, fornecendo informações validadas cientificamente sobre a biodiversidade das fontes hidrotermais de baixa profundidade nos Açores.

     

    ENTIDADE BENEFICIÁRIA: Fundação Gaspar Frutuoso / Universidade dos Açores

    CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 179. 968,42 €

    FUNDO EUROPEU DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL (FEDER): 152.973,16 €

    DESCRIÇÃO: 

    Este projeto, alinhado com as estratégias EU 2020, Nacional dos Oceanos 2013-20 e com a DQEM, contempla os objetivos prioritários do PO Açores e RIS3, e propõe-se: consolidar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação; valorizar a biodiversidade de fontes hidrotermais costeiras; conservar e proteger o ambiente; e promover o uso eficiente de recursos. O seu desenvolvimento vai (1) promover a relação entre pescarias e outras áreas prioritárias, através de novos organismos que venham a constituir produtos marinhos alternativos; (2) fortalecer a colaboração entre centros de investigação, empresas e administração pública em atividades inovadoras relacionadas com o mar; e (3) reforçar a posição dos Açores na área do conhecimento dos oceanos, através de um ambicioso

    plano de disseminação dos resultados com ações de divulgação dedicadas, participação e organização de eventos científicos e publicações em revistas de especialidade com circulação internacional.

    O projeto, liderado por Ana I Neto, conta com uma equipa de 9 investigadores de 4 centros de investigação da FCT e com a colaboração de Aschwin Engelen (Centro de Ciências Marinhas, Algarve), Jason Hall-Spencer (Universidade de Plymouth, Inglaterra) e do Observatório Microbiano dos Açores (OMIC). Esta equipa será reforçada em 2 elementos que serão contratados no âmbito do projeto.

    RESULTADOS:

    O desenvolvimento deste projeto vai permitir preencher a lacuna de conhecimento existente quanto à caracterização de fontes hidrotermais de baixa profundidade nos Açores no que se refere a: a) variação temporal e espacial dos parâmetros físico-químicos; b) composição e estrutura das comunidades; c) biodiversidade, estrutura trófica e associações hospedeiro-microbiota. Adicionalmente, espera-se que os dados obtidos possam auxiliar na construção de um banco de bactérias e cianobactérias cultiváveis com origem nestes sistemas. É ainda expectável que o presente projeto possa gerar informações sobre a capacidade de isolados / extratos na produção de compostos antimicrobianos e enzimas com potencial tecnológico.

    FOTOGRAFIAS (obtidas pela equipa do projeto)