ERUPÇÃO – Avaliação do impacto de erupções vulcânicas explosivas na economia do mar, no turismo e na agricultura e suas repercussões no sistema económico e no bem-estar social nos Açores

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:

ERUPÇÃO – Avaliação do impacto de erupções vulcânicas explosivas na economia do mar, no turismo e na agricultura e suas repercussões no sistema económico e no bem-estar social nos Açores

 

CÓDIGO DO PROJETO:

ACORES-01-0145-FEDER-000016

 

OBJETIVO PRINCIPAL:

O projeto tem por objetivo geralAumentar a produção científica de qualidade e orientada para a especialização inteligente, avaliar o impacto de uma erupção vulcânica na economia do mar, no turismo e na agricultura, tendo em vista identificar e criar mecanismos para a mitigação do risco de rotura ou colapso do sistema económico e do bem-estar social regionais, no caso de se registar um evento desta natureza. Em termos práticos, possibilitará definir os parâmetros e as medidas adequadas à preparação de Planos de Especiais de Emergência de Proteção Civil (PEEPC) para o risco vulcânico nos Açores, um tipo de instrumento que não existe na região e que é indispensável ao seu desenvolvimento sustentável.

 

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: Fundação Gaspar Frutuoso / Universidade dos Açores

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 119.133,60€

FUNDO EUROPEU DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL (FEDER): 101.263,56€

DESCRIÇÃO:

Nos últimos anos são inúmeros os exemplos de erupções vulcânicas cujo impacto socioeconómico se tem feito sentir às escalas regional, nacional e mundial. Ao longo dos seus cinco séculos de História, os Açores conheceram cerca de 30 erupções vulcânicas, algumas das quais com repercussões significativas, e um próximo evento terá certamente consequências que podem resultar na rotura ou mesmo no colapso do sistema económico e social da Região por um largo período de tempo. Sendo a economia do mar, o turismo e a agricultura vetores nucleares do desenvolvimento regional, importa avaliar a sua vulnerabilidade aos perigos vulcânicos com o objetivo de se mitigar o risco. A inexistência de planos especiais de emergência de proteção civil neste domínio demonstra que a Região não está preparada para fazer face a um evento desta natureza e fundamenta a necessidade do estudo. O projeto, baseado em simulações realizadas num vulcão central ativo a selecionar, permitirá criar um protótipo passível de se transpor para outros vulcões ativos dos Açores e identificar os parâmetros e as medidas a considerar na elaboração de tais planos.

No global, o projeto envolve pesquisa bibliográfica e recolha de elementos sobre história vulcanológica, desastres naturais, ordenamento do território, atividades económicas, censos diversos e informação estatística de caráter geral e específico. Adicionalmente, serão empregues diferentes metodologias ao nível das várias áreas científicas cuja aplicação é necessária para o estudo. No domínio da vulcanologia serão utilizadas técnicas de cartografia e estratigrafia, georreferenciação e modelos probabilísticos baseados em sistemas de informação geográfica para o desenvolvimento de simulações computacionais e a criação de cenários eruptivos. A avaliação económico-social dos recursos naturais afetados pelos eventos modelados será feita com base em métodos apropriados para a valorização económica dos recursos naturais.

 

RESULTADOS:

Este projeto irá produzir vários resultados, nomeadamente: bases de dados e cartografia dos elementos expostos no âmbito da economia do mar, do turismo e da agricultura; mapas de suscetibilidade para produtos vulcânicos de queda e para produtos vulcânicos de fluxo; publicações científicas; participação em eventos científicos nacionais e internacionais com vista à divulgação dos resultados científicos do projeto; organização de reuniões científicas/seminários/conferências para divulgação dos resultados científicos do projeto; aplicação computacional para a criação de cenários de risco para a elaboração de Planos Especiais de Emergência de Proteção Civil para erupções vulcânicas.

 

FOTOGRAFIAS: