Outras Fontes de Financiamento
Acrónimo:Moniamb Furnas e Sete Cidades
Centro de Custos:748
Título:Bacia Hidrográfica das Furnas - Proposta de Plano de Monitorização Ambiental
Início-Fim:18-05-2018 - 18-05-2020
Entidade Beneficiária:Fundação Gaspar Frutuoso
Gestores da FGF: Matilde Pereira
Investigador Responsável:João da Silva Madruga
Unidades I&D:IITAA - Instituto de Investigação em Tecnologias Agrárias e do Ambiente
Financiamento Total:73.724,00
Outras Fontes de Financiamento:73.724,00 (100.0 %)
Descrição da Prestação de Serviços:

A redução da carga de nutrientes e de sedimentos provenientes da atividade agrícola numa bacia hidrográfica é sem dúvida a principal estratégia para a recuperação da massa de água, tendo por base a adoção de boas práticas de uso do solo. No caso da bacia das Furnas esta política tem vindo a ser ativamente implementada através de várias medidas de ordenamento, tais como florestação de novas áreas e eliminação do pastoreio direto e de fertilizações em mais de 50% da área de pastagens, estando também em curso a construção de um canal que irá permitir o desvio de uma parte significativa das águas de escoamento provenientes da área ainda sujeita a exploração agropecuária.

No entanto, é importante que o efeito das alterações de uso dos solos na evolução das condições tróficas da lagoa seja devidamente monitorizado através da obtenção de dados relativos ao transporte de nutrientes e de sedimentos que permitam um acompanhamento, consistente e por um prazo de tempo alargado, da evolução das características da massa de água. A monitorização de uma bacia hidrográfica pretende, portanto, fazer não só a avaliação da qualidade da água mas providenciar igualmente informação mais abrangente, incluindo o solo e a sua carga nutritiva, no sen􀆟do de ajudar ao estabelecimento de relações causa-efeito.

A transferência de nutrientes e do fósforo em particular, a partir de áreas agrícolas para as massas de água está sujeita a uma considerável variabilidade durante e entre os eventos de escoamento, variando igualmente de local para local. Por isso, a recolha de dados durante períodos longos, é particularmente útil e necessária para a perceção dessa variabilidade. Uma estimativa fiável das cargas nutritivas que são transferidas de uma bacia hidrográfica para a massa de água requer obrigatoriamente o conhecimento de dois parâmetros essenciais: caudais de escoamento e amostras de água para análise, colhidas com critérios de representatividade desse mesmo escoamento.

Durante o estudo recentemente realizado de “caraterização e monitorização ambiental dos solos da bacia hidrográfica da lagoa das Furnas” foi instalado um amostrador automático para recolha de amostras de água destinadas à estimativa do transporte de nutrientes a qual teve por base um número restrito de dados analíticos obtidos a partir de apenas 4 fases de amostragem das águas do escoamento superficial da sub-bacia do Salto da Inglesa. Verificou-se que os valores médios de cada uma das quatro amostragens realizadas variaram consideravelmente entre si, apresentando o P solúvel um valor médio de 87 kg durante o período de estudo (cerca de 1 ano). Deste modo, considerou-se que seria necessário desenvolver a monitorização analítica por um período mais alargado no tempo, de modo a consolidar e robustecer a informação preliminar que foi produzida.

Albúm