Direção Regional da Ciência e da Tecnologia
Acrónimo:M3.3.B/ORG.R.C./042/2023
Centro de Custos:1168
Código da Operação:M3.3.B/ORG.R.C./042/2023
Título:Para Além do Whale-Watching - Avançar a ciência participativa e o whale-watching
Início-Fim:20-04-2023 - 20-07-2023
Entidade Beneficiária Principal:Fundação Gaspar Frutuoso
Gestores da FGF: Gonçalo Goulart, Paula Oliveira
Investigador Responsável:Laura González García
Unidades I&D:OKEANOS - Instituto de Investigação em Ciências do Mar
Sub-Áreas:Biologia Marinha
EntidadeFundação Gaspar Frutuoso
Financiamento Total3.175,89 €
Direção Regional da Ciência e da Tecnologia (100.0 %)3.175,89 €
Principais Objetivos:

O evento a realizar tem por nome “Para Além do Whale-Watching - Avançar a ciência participativa e o whale-watching”. Terá lugar nos dias 9 e 10 de maio, em formato híbrido (online e no Campus de Ponta Delgada da Universidade dos Açores), e pretende reforçar a ligação existente na atualidade entre ciência e turismo nos Açores, fundamentalmente a colaboração entre as empresas de observação de cetáceos e a investigação na região. O evento irá constar de duas jornadas, com apresentações feitas por investigadores e estudantes que trabalham ativamente com este tipo de informação oportunista, e com duas sessões de trabalho/ workshops onde irá ser debatido e promovida a discussão sobre temáticas de interesse atual. As temáticas abordadas serão: (1) a importância da recolha de dados oportunistas desde embarcações de whale watching nos Açores; (2) exemplos de trabalhos e estudos existentes hoje em dia baseados nesta informação; (3) valorização e discussão das metodologias atuais, incluindo a observação desde terra – vigias - e futuras linhas de trabalho paralelo; (4) novas oportunidades de estudo, como acústica ou eDNA; (5) necessidades de estudo, como a consideração do potencial impacto das atividades humanas; (6) discussão sobre as vantagens e desvantagens, os desafios tanto para as empresas como para os investigadores, e possíveis melhoras para adicionar valor a este esforço conjunto e credibilizar o trabalho realizado. O evento é aberto ao público geral, com maior interesse para a comunidade académica relacionada com a Biologia Marinha, e para os trabalhadores do sector do whale watching ou áreas afins. Confiamos em que as temáticas apresentadas sejam de interesse para o público alvo, e sejam alvo de diálogo e conversa colaborativa. Sem dúvida esta iniciativa vai permitir dar a conhecer o trabalho que está a ser realizado, potencialmente criando sinergias e colaborações entre as entidades e pessoas participantes, identificando áreas de maior relevância a dia de hoje, e estruturando uma nova rede de comunicação e colaboração a nível regional. O evento dará origem a um livro de resumos e um relatório final resumo das discussões e conclusões do evento. Contamos com o apoio de varias empresas de whale watching na região (São Miguel, Faial e Pico), e enquadramos a iniciativa como ação aprovada dentro do âmbito da recentemente adquirida certificação dos Açores como Whale Heritage Site. Estabelecendo esta oportunidade de diálogo interdisciplinar, confiamos em trabalhar colaborativamente para melhorar o conhecemento atual que temos dos cetáceos na região, e conseguir um futuro mais responsável no sector de turismo de observação de cetáceos nos Açores.

Descrição do Projeto:

WORKSHOP 1. Aberto ao público geral, com interesse especial para as pessoas que trabalham atualmente nas empresas de observação, e portanto, que colaboram ativamente na recolha de dados oportunistas válidos para fins científicos. Neste dia pretende-se discutir os protocolos de recolha de dados atuais, falar das vantagens e desvantagens, e dos desafios que esta colaboração supõe desde o ponto de vista das empresas, e dos investigadores. Em conjunto, definir novas melhorias possíveis, e vislumbrar novos horizontes de colaboração. WORKSHOP 2. Aberto ao público geral, com interesse especial para as pessoas que trabalham atualmente nas empresas de observação. Nesta segunda sessão de trabalho, pretende-se dar a palavra aos vigias, pessoas essenciais na operação de whale watching na região. Precisamos valorizar o seu trabalho, ouvir a sua experiência e avaliar a importância da sua função na organização das viagens. Da mesma forma, discutir a possibilidade de estabelecer uma recolha de dados sistematizada, talvez em colaboração com estudantes ou outras pessoas dedicadas, seria de grande relevância para sentar as bases para uma monitorização de cetáceos desde terra a longo prazo. Adicionalmente, novas metodologias, como acústica ou eDNA poderão vir a ser discutidas neste colóquio de novos horizontes. E ainda será exemplificada a colaboração existente entre Arte & Ciência durante a parte final do workshop, na que os sons recolhidos durante as saídas turísticas se tornam protagonistas em colaboração com músicos do conservatório de Ponta Delgada.

Albúm


Evidências/Publicações