Interreg MAC
Acrónimo:MITIMAC
Centro de Custos:960
Código da Operação:MAC2/1.1a/263
Título:Mitigação das mudanças climáticas por meio da inovação no ciclo da água usando tecnologias de baixo carbono
Início-Fim:01-01-2020 - 31-12-2022
Entidade Beneficiária Principal:Fundação Gaspar Frutuoso
Gestores da FGF: Vera Cordeiro
Investigador Responsável:Sílvia Alexandra Bettencourt de Sousa de Quadros
Unidades I&D:IITAA - Instituto de Investigação em Tecnologias Agrárias e do Ambiente
EntidadeFundação Gaspar Frutuoso
Financiamento Total99.723,32 €
Interreg MAC (85.0 %)84.764,82 €
Direção Regional da Ciência e da Tecnologia (15.0 %)14.958,50 €
Principais Objetivos:

O projeto enquadra-se nas áreas temáticas de “Agricultura, Pecuária e Agroindústria” e “Turismo” da RIS3/Açores, designadas nas tipologias: AGR1, na medida em que irá adaptar à realidade local soluções de tratamento de efluentes pecuários de baixo carbono que contribuam para a eficiência ambiental da exploração pecuária e preservação da biodiversidade; TUR2, na medida em que contribuirá para a promoção da oferta turística (alojamento) que aplique princípios de sustentabilidade ambiental à gestão da água. Contribuirá também para melhorar as ligações internas e externas da Região, na medida em que participará com outras regiões na adaptação da metodologia de cálculo das emissões de GEE para as várias componentes do ciclo urbano da água. A aplicação da metodologia a casos específicos dos Açores e a comparação com outras regiões (Madeira e Canárias), contribuirá para reforçar as ligações externas da Região nos setores do Turismo Sustentável e da Pecuária.

Descrição do Projeto:

O escopo de atuação do MITIMAC é baseado na análise das interações existentes entre Mudança Climática-Água-Energia Alimentar. Os principais destinatários deste projeto são organizações públicas de pesquisa, bem como centros de tecnologia, órgãos governamentais e outras entidades relacionadas ao setor. Entre as principais ações a realizar estão, entre outras, a promoção da investigação e inovação em energia sustentável, eficiência energética e integração destas no ciclo da água; buscando otimizar o ciclo integral da água, em todas as suas etapas do ponto de vista energético. Um dos principais resultados esperados não é apenas a melhoria do ciclo do ponto de vista energético, mas também o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono e a concretização de um ciclo abrangente de Zero-Net Carbon.

Albúm


Evidências/Publicações