Acrónimo:LIFEmNIS
Centro de Custos:1160
Título:Apoio técnico e científico na elaboração de programas de conservação, na recolha de dados, na implementação de tarefas e monitorização dirigidas a áreas, espécies e habitats marinhos integrados na Rede Natura 2000, no âmbito do projeto LIFE IP AZORES NATURA (LIFE17 IPE/PT/000010) - Espécies não indígenas (NIS) marinhas
Início-Fim:01-03-2023 - 31-12-2024
Entidade Beneficiária:Fundação Gaspar Frutuoso
Gestores da FGF: Bruno Machado, Matilde Pereira
Investigador Responsável:Ana Cristina Matos Ricardo da Costa
Unidades Orgânicas:FCT - Faculdade de Ciências e Tecnologia
Unidades I&D:CIBIO-A - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos
Financiamento Total:112.014,00
DRPM:112.014,00 (100.0 %)
Descrição da Prestação de Serviços:

A presente aquisição de serviços, contratualizada com o Governo Regional dos Açores através da Secretaria Regional do Mar e das Pescas - Direção Regional de Políticas Marítimas, tem como principal objetivo contribuir para a proteção da biodiversidade marinha na RN2000, através da mitigação dos efeitos negativos das espécies não-indígenas (NIS, na sigla em inglês para Non Indigenous Species). As tarefas a desenvolver, no decurso do presente projeto de consultoria em I&D, inserem-se na ação C12 do projeto LIFE IP Azores Natura (LIFE17 IPE/PT/000010) e envolvem a implementação de uma estratégia para prevenir invasões, promover deteções precoces de espécies não indígenas e desenvolver protocolos de controlo, de forma a minimizar os impactos de NIS já estabelecidas e, sempre que possível, evitar a sua propagação e disseminação. Pretende-se ainda contribuir para a ação do projeto A3 – Criação de uma base de dados integrada para a Rede Natura 2000 dos Açores e D5.2 - Monitorização técnico-científica de abundâncias/distribuição das espécies não indígenas (NIS) marinhas, dos impactes ecológicos no ambiente marinho e consequência para o ambiente marinho das ações do projeto. Esta aquisição de serviços apoiará, na Região Autónoma dos Açores, a implementação de políticas europeias e internacionais de proteção do meio marinho, nomeadamente os programas de monitorização estabelecidos na Diretiva Quadro Estratégia Marinha (DQEM) relativos às NIS (D2). A prestação de serviços deverá decorrer até 31.12.2024.

Albúm